Como foi me adaptar a 5 cargos diferentes em menos de 1 ano no Méliuz

Fala, Méliuz!
UPDATED: dezembro 12, 2017

Se alguém me falasse há 1 ano que eu teria tantas experiências diferentes na mesma empresa eu não iria acreditar. No ano passado, nessa época do ano, eu estava saindo de uma experiência de diretoria na AIESEC Belo Horizonte e procurando algum ambiente que fosse parecido e desafiador ao mesmo tempo.

Quando cheguei ao Méliuz fui direto para a área de CS – Customer Success (enquanto nosso escritório ainda era na Jurupari) e me deparei com um clima muito bom, acolhedor e divertido. Conheci colegas de trabalho que viraram amigos para a vida e comecei a entender o Mérilux/Meluz/Miliuz sob a ótica do consumidor. Rapidamente fui me ambientando e, para garantir o clima descontraído que eu tinha encontrado na ONG, já paguei um mico na primeira semana ao me apresentar e me identificar na área errada.

Depois disso, assumi meu primeiro projeto: fraude. Essa (má) prática de alguns usuários me incomodava muito e, ao perceber, meu gestor sugeriu que eu assumisse este desafio. Em pouco tempo consegui evitar grandes fraudes e começar a criar com o time de engenharia automações que diminuíssem meu trabalho e trouxessem mais segurança para o Méliuz.

Quando achava que já sabia bem o meu trabalho surgiu uma oportunidade de mudar de time e eu abracei. Fui então fazer o onboarding dos parceiros físicos, o que é, de certa forma, prepará-los para as operações, vendas, etc. Foram semanas de muito trabalho e desenho de processos, até aparecer outra necessidade: a de organizar as ações de Super Cashback desses parceiros. Embarquei nessas novas demandas enquanto ainda mantinha um trabalho muito próximo do time de CS.

Ufa! Parece muita coisa para uma pessoa só, né? Mas para o Méliuz, uma startup que parece viver 1 ano em 1 mês, isso passou de forma muito suave para mim. Depois do time de SPCB eu voltei para o time de Customer Success, mas não mais para lidar com o cliente final. Comecei a interagir com os parceiros e entender dúvidas, demandas, resolver problemas e ser uma ponte entre os times internos, os parceiros e o time de CS que cuida do consumidor.

Depois desse mundo de experiências, vim parar na área de Trade Marketing e trabalhar especificamente com o Verdemar, rede de supermercados de BH que é parceira do Méliuz. Isso me deu ainda mais a dimensão do que é o Méliuz, mas também me trouxe consciência da minha versatilidade. Esse percurso me fez ganhar muito autoconhecimento e entender melhor o que eu gosto de fazer. Minhas funções já foram ligadas a relacionamento, rentabilidade, resolução de problemas, atendimento, negociação; o que é muito bom para o futuro. Me formei em Relações Públicas e atualmente curso uma pós em Gestão de Negócios. Mais do que nunca vejo o quanto o mercado procura profissionais versáteis, resilientes e com alta capacidade de adaptação.

É isso que o Méliuz me trouxe: a capacidade de me reinventar e começar de novo. As áreas pelas quais eu passei e os legados deixados estão sendo muito bem cuidados e eu posso me dedicar a esse novo projeto que, como a gente diz aqui, vai voar!

Fernanda Soares

Recommended For You