Vinícola do Méliuz receitas de vinho quente

Vinícola do Méliuz: receitas de vinho quente

O vinho quente, deliciosa variação do típico quentão, está dentre as principais bebidas servidas nas quermesses, festas juninas e julinas pelo Brasil afora, já que é uma excelente opção para aquecer o friozinho do inverno. E por mais que seu modo de preparo apresente várias semelhanças com o quentão tradicional, o vinho quente normalmente não leva gengibre e as quantidades de ingredientes são diferentes. Mas o que mais essa bebida tem de especial e como prepará-la? Pois confira agora mesmo nosso post e já separe seu copo! Vamos lá?

Vinícola do Méliuz: receitas de vinho quente

Breve história do vinho quente

No Brasil, o vinho quente está fortemente ligado à cultura caipira e às festas juninas, mas essa bebida também faz muito sucesso durante o período natalino na Europa. O Glühweinglüh, que significa cozido, e wein, vinho — é presença super tradicional no Natal germânico. Assim, por onde você passar na Alemanha, na Áustria ou na Suíça nesse período do ano, verá pessoas degustando o bom e velho vinho quente. Só para você ter uma ideia melhor, o consumo anual dessa bebida na Alemanha é de mais de 50 milhões de litros!

A verdade é que não se sabe quando exatamente o vinho quente foi criado. Mas por mais que não se tenha uma data precisa, ao que tudo indica, a história do vinho quente já ultrapassou os 2 mil anos, com suas origens remontando à Roma Antiga, chegando até a Europa e passando por diversas variações ao longo dos séculos até conquistar o mundo inteiro com seu aroma e seu sabor pra lá de marcantes.

Na Turquia, por exemplo, o vinho quente é misturado com frutas cítricas, enquanto na Moldávia ele se chama Izvar e leva pimenta preta com mel em sua composição. Já em Viena, a versão é mais doce e conta com toque de frutos do bosque. Viu como cada um tem uma versão para chamar de sua? E você por acaso sabe como é a receita tupiniquim?

Receita de vinho quente tradicional

O melhor é que o preparo do vinho quente não tem grandes mistérios, com a bebida demorando cerca de meia horinha para ficar pronta. Pronto para aprender?

Ingredientes

  • 1 ½ xícara de açúcar;
  • 2 paus de canela;
  • 3 xícaras de chá de água quente;
  • 5 cravos da índia;
  • 2 maçãs picadas;
  • 1 litro de vinho tinto de sua preferência.

Modo de preparo

Leve uma panela grande ao fogo, coloque o açúcar e espere que ele caramelize. Quando o açúcar estiver no ponto, acrescente a água, a canela, o vinho e os cravos. Mexa a mistura até todos os ingredientes se incorporarem e alcançarem uma consistência mais homogênea. Por fim, coloque as maçãs picadas e deixe levantar fervura. Depois de 5 minutos você já pode desligar o fogo e servir seu vinho quente! Ah, e o rendimento é de aproximadamente 15 copos pequenos, ok?

Dicas e variações da receita

Por mais que a versão tradicional seja deliciosa, o vinho quente não precisa ser feito de uma única forma. Existem diversas receitas com variações da bebida, sem contar que você também pode criar sua própria versão! O único ingrediente obrigatório mesmo é o vinho, que deve ser quente! No mais, vale abusar da criatividade! Então confira já 3 opções super práticas e deliciosas para inovar no preparo do seu vinho quente:

Vinho quente com frutas

Para fazer essa receita, você vai precisar de 2 xícaras de açúcar, 2 canelas em pau, 2 cravos da índia, 1 colher de sopa de casca de limão, 1 colher de sopa de casca de laranja, cascas picadas de ½ abacaxi, casca de 3 maçãs, 1 litro de vinho tinto seco, 2 xícaras de suco de uva integral, 2 xícaras de suco de abacaxi natural, ½ abacaxi picado e 3 maçãs cortadas em cubinhos. Parece muita coisa, mas você vai ver como é super simples. Separados os ingredientes, caramelize o açúcar, adicione a canela, o cravo e todas as cascas. Misture tudo, acrescente o vinho e deixe ferver. Por fim, coloque os sucos e as frutas picadas. Espere 5 minutos e desligue o fogo.

Vinho quente de maçã verde

Essa receita é bem prática e um tanto quanto inusitada. Os ingredientes incluem 3 colheres de sopa de açúcar comum ou light, 100 mililitros de suco de maçã, 100 mililitros de vinho branco, 100 mililitros de água, 1 maçã verde cortada em cubinhos, gengibre fatiado a gosto e o quanto baste de canela. Em uma panela, coloque o açúcar e deixe derreter, mas não precisa caramelizar. Adicione a maçã verde e o gengibre, misturando tudo. Acrescente água e espere ferver. Por fim, adicione o vinho, o suco e a canela e deixe ferver mais um pouco, servindo em seguida. Vale lembrar que as cascas de limão e de laranja precisam estar sem a parte branca, para não amargar!

Vinho quente gourmet

Faça vinho quente gourmet usando 3 garrafas de vinho Cabernet, 1 ½ xícara de açúcar mascavo, 100 gramas de açúcar cristal, 2 maçãs verdes sem cascas e cortadas em cubos, 150 mililitros de água filtrada, 150 mililitros de licor de laranja, 2 xícaras de Vinho do Porto, 1 colher de chá de essência de baunilha e as cascas de 2 laranjas cortadas em fatias bem fininhas. Primeiramente escalde as cascas de laranja e as reserve. Feito isso, faça uma caldinha rala com 100 gramas de açúcar e 200 mililitros de água, adicione as cascas e reserve. Em uma panela separada, ponha o açúcar mascavo e leve ao fogo. Assim que caramelizar, acrescente água e mexa até ficar uniforme. Misture o licor, o vinho Cabernet e o licor. Logo que ferver, adicione as cascas de laranja e o Vinho do Porto. Espere 5 minutinhos, desligue o fogo e sirva bem quente.

Tipos de vinho apropriados

Como o vinho é aquecido, acaba tendo suas propriedades alteradas. Por isso é importante escolher o vinho certo para o preparo dessa bebida. Confira algumas das opções mais apropriadas:

Vinho tinto seco

O vinho tinto seco é um vinho fino de mesa, preparado com uvas nobres — a exemplo dos famosos Merlot Chardonnay e Cabernet Sauvignon. Essas bebidas são ideais para o preparo do vinho quente, pois possuem baixo teor de açúcar, impedindo que o resultado final fique enjoativo, já que as receitas normalmente levam frutas doces e açúcar mascavo ou cristal.

Vinho branco

O vinho branco é perfeito para fazer um vinho quente mais suave, pois sua cor é clara e o sabor é bem frutado. Normalmente é produzido a partir de uvas Chardonnay, Chenin Blanc, Moscatel, Sauvignon Blanc e Sémillon. Vale fazer um teste!

Chianti

O vinho Chianti é produzido com uvas tintas e brancas, incluindo a Sangiovese, a Canaiolo, a Malvasia e a Trebbiano. Como é um vinho bem concentrado, o sabor final de qualquer receita de vinho quente costuma ficar bem intenso.

Vinho do Porto

Como você já reparou em uma das receitas incluídas aqui, o Vinho do Porto é muito bem-vindo nessa composição. Esse é um vinho fortificado feito exclusivamente com uvas do norte de Portugal, perto da cidade do Porto — daí vem seu nome —, e apresenta um teor alcoólico maior. O resultado é bastante marcante!

Onde encontrar esses vinhos?

Você pode encontrar essas opções de vinhos em supermercados, lojas de departamento e adegas especializadas – aliás, confira algumas adegas onde você consegue comprar esses vinhos online:

E então, gostou do nosso artigo? Tem alguma receita diferente de vinho quente que gostaria de compartilhar conosco? Comente aqui e enriqueça nosso post com suas sugestões!